Telecurso: vencendo pela educação
Mais de 20 colaboradores frequentam as aulas

Mais de 20 colaboradores frequentam as aulas

O que leva homens e mulheres a voltarem a estudar mesmo já tendo passado dos 20, 30, 40 e até dos 50 anos? Faça essa pergunta aos funcionários da Sulamericana que frequentam o telecurso de ensino médio e, com certeza, ouviremos as palavras determinação e oportunidade. É o caso de Darci Faustino Dias, 53, que atua na área de manutenção civil da fábrica e está na Sulamericana há 11 anos.

“A empresa me deu uma chance de voltar a estudar. Agarrei-a com vontade. Antes trabalhava muito e não tive oportunidade de concluir meus estudos. Agora, já penso até em fazer uma faculdade”, sonha esse guerreiro. Para seu colega, Donizete Cuque Júnior, 32, operador de empilhadeira, o incentivo da Sulamericana foi determinante para que ele voltasse aos estudos.

“Sem essa ajuda não seria fácil”, diz, citando a telessala montada na própria empresa e que recebe, diariamente, das 15h00 às 17h00, mais de 20 alunos. Donizete já projeta seu futuro após a conclusão do ensino médio. Quer fazer um curso técnico e, quem sabe, o ensino superior. “Peguei o gosto pelos estudos”, orgulha-se.

 

Orgulhosa

Mais orgulhosa ainda está a professora do telecurso, Rosana Martins Felício. Ela diz que é gratificante ensinar quem tem fome de aprender. “A vontade deles (alunos) é impressionante”, reforça. Para a professora, também é gratificante ver tantos sonhos sendo realizados. “Aqui me sinto útil. Lá fora não existe isso, ou seja, essa paixão dos alunos pelo estudo”, emociona-se a mestra.

Leave a Reply

    Localização