Colaboradores discutem quebras de paradigmas

 

 

palestra (3)

 

Com o objetivo de reduzir custos, melhorar a produção e, ao mesmo tempo, tornar a empresa mais competitiva no mercado, a Sulamericana começou a promover ajustes em sua estrutura administrativa. Uma das primeiras mudanças foi a criação de comitês para buscarem soluções de problemas do cotidiano da empresa junto aos demais colaboradores.

A coordenadora de RH (Recursos Humanos), Débora Fonseca Mendes, explica que essas mudanças significam, também, quebrar alguns paradigmas (modelos, padrões). Ela lembra que isso também passa pela otimização de recursos, pela revisão dos processos produtivos e principalmente pela administração, dando mais autonomia e responsabilidades aos colaboradores.

Um exemplo disso foi a promoção de Bruno de Moraes Sigrist, antigo analista sênior de PCP, para supervisor geral de produção. Bruno é colaborador da Sulamericana desde janeiro de 2007 e, embora não seja oriundo da área de produção, abraçou esse novo desafio com afinco e dedicação. Bruno é um exemplo vivo do que é a quebra de paradigma.

Mas para reforçar ainda mais esse conceito, Débora também exibiu o DVD “A nova questão dos paradigmas”, um best seller de Joel Barker, para um grupo de funcionários. Sucesso nos EUA e Europa, o DVD da Siamar agradou os colaboradores. “Espero que as pessoas percebam essas mudanças e também colaborem, mudando, elas mesmas, alguns paradigmas”!, observou. A coordenadora de RH disse que atualmente, o processo de produção mudou muito e exige, cada vez mais, pessoas mais bem preparadas, instruídas e com espírito de trabalho em equipe.

 

Leave a Reply

    Localização